• pt-br
  • en

Novidades

Qual o momento certo para iniciar a transformação digital?

Publicado em: 27/01/2022

A fábrica inteligente e interconectada é o alicerce para a implementação dos modelos de negócios da Indústria 4.0. Se a sua indústria ainda não deu grandes passos rumo à transformação digital, comece já ou seja devorado por concorrentes que oferecem melhores produtos, com mais eficiência e menores custos!

A seguir, veremos o que um gestor deve fazer para modernizar sua indústria com racionalidade e manutenção de custos.

 

O que é transformação digital?

 

Transformação digital, ou digitalização, é o processo de conversão de informações registradas em meios físicos para o formato digital.

A digitalização é uma etapa crucial para o processamento de dados, pois permite que informações históricas de diversas fontes sejam integradas e unificadas em uma plataforma ou ambiente digital. Por exemplo, a conversão dos pedidos de um cliente anotados em uma ficha de papel para uma planilha do Excel é uma das formas mais básicas de digitalização. Porém, hoje em dia, essa simples transposição já não é mais suficiente para agregar valor a uma empresa. É necessário ir além dos mecanismos digitais muito rudimentares.  

 

O que é a digitalização do chão de fábrica?

 

Como nascimento da Indústria 4.0 as máquinas ganharam inteligência e autonomia. O que significa que elas passaram a ser capazes de operar, diagnosticar a si mesmas e analisar problemas sem (ou quase sem) intervenção humana. Como resultado, o processo de fabricação tornou-se mais barato, rápido e eficiente. 

Entretanto, os recursos necessários para digitalizar uma indústria são bem mais complexos e devem ter um nível de resposta muito mais potente do que os equipamentos utilizados nos escritórios ou em nossas casas. Entre as tecnologias industriais disponíveis, temos soluções como controladores lógicos programáveis (CLPs), interfaces homem-máquina  (IHMs), computação de borda e equipamentos IoT. Enfim, a comunicação máquina-máquina, máquina-nuvem e máquina-homem prospera em uma velocidade vertiginosa!

 

Inciativas essenciais

Mas, diante desse cenário promissor, o primeiro grande passo em direção à transformação digital não é sair comprando e implantando equipamentos. Antes de tudo, é essencial fomentar a cultura de inovação em todos os funcionários, transformando-os em aliados da mudança. Do contrário, a falta de engajamento fará com que as inovações sejam ignoradas e todos sigam com seus processos antigos. 

Já o segundo passo é iniciar o incremento do maquinário – mesmo que ele seja mais antigo há grandes possibilidades de se acoplar equipamentos tecnológicos a eles.

Uma peça crucial para a modernização da produção é o controlador lógico programável com interface homem-máquina embarcada, também conhecido como CLP com IHM incorporada. A grande vantagem dessa solução é o seu conceito all-in-one, ou seja, a integração entre essas duas funcionalidades, o que traz ótimos benefícios:

  • Redução de tempo de programação, já que um único software antende ambas as funcionalidades.
  • Redução de cabeamento no painel elétrico, o que leva a menos espaço requerido.
  • Projeto mais enxuto e redução de custo com a diversidade de opções de E/S.
  • Visualização simplificada das informações. Assim, operadores de qualquer nível de experiência podam controlar.
  • Fornecimento rápido de informações aos softwares que irão gerar gráficos e imagens personalizadas.

 

O papel da transformação digital rumo à Indústria 4.0

 

A implantação de um processo orientado a dados, também conhecido como processo data-driven, é apenas um exemplo do que a digitalização pode fazer pela indústria. Outras melhorias podem ser elencadas:

  • Planejamento estratégico

Tecnologias digitais, como o gêmeo digital e software de simulação, são excelentes ferramentas para avaliar os diferentes cenários de planejamento antes da implementação. 

  • Manutenção preditiva

Digitalizar e armazenar dados históricos de manutenção permite uma análise regressiva de um longo período. Assim, é possível conhecer as sazonalidades do maquinário, o comportamento diante de certas programações de funcionamento, períodos mais propícios a falhas.

  • Treinamento mais eficiente

A captura de dados permitiu consolidar um conhecimento que antes só poderia ser adquirido pela prática do dia a dia, que obviamente os operadores experientes já possuíam, mas que uma geração mais jovem e menos experiente demoraria anos para adquirir. Agora, é possível oferecer um treinamento mais completo ao se recriar processos operacionais complexos de forma virtual.

 

Conclusão

 

No centro da digitalização da fábrica está a necessidade de eliminar o papel e processos físicos e digitalizar os dados e os processos de coleta dos mesmos. A implementação de estratégias simples de digitalização geralmente é acessível, embora as despesas aumentem de acordo com a escala de sua implementação. Uma vez implementada, uma fábrica modernizada ganha muito potencial para implementar diversos modelos de negócios e garantir um crescimento sustentável.

A DAKOL oferece poderosos controladores lógicos combinados com interfaces homem-máquinas amigáveis para você dar o primeiro passo para a digitalização da sua indústroa. São soluções completas para controle e visualização de dados, com comunicação avançada, que vão facilitar o seu dia a dia.

Veja nosso catálogo AQUI.

compartilhe: