• pt-br
  • en

Novidades

O que é (e como fazer) gestão de desempenho de máquinas?

Publicado em: 27/01/2022

Apesar de já ser de conhecimento geral que as paradas não planejadas das máquinas causam um alto impacto financeiro, a maioria das fábricas trabalham somente com método break-fix, ou seja, fazem apenas manutenções corretivas, consertando problemas depois que eles surgem. Porém, estudos mostram que o custo das paradas não planejadas é aproximadamente dez vezes maior do que as perdas causadas pelas paradas planejadas.

Se sua estratégia de gerenciamento de ativos se enquadrar na categoria de reparo, sua empresa pode estar perdendo 1,5% de sua receita anual de vendas. Veja a seguir, como a gestão do desemepnho de máquinas pode evitar esse problema.

 


O que é o método break-fix?
Em uma tradução livre, break-fix significa literalmente quebra-conserta. Em outras palavras, é quando o departamento de manutenção atua sob demanda, e, muitas vezes, num caráter emergencial.Trabalhar somente com esse tipo de atuação é considerada uma prática bastante tradicional e ineficiente, já que surpresas e imprevistos difíceis de se resolver rapidamente podem aparecer, atrasando a retomada da produtividade.

 

O que é gerenciamento de desempenho de ativos e por que é importante para otimizar as operações industriais?

 

Para o setor industrial, quando falamos em ativos estamos nos referindo aos equipamentos ou máquinas que realizam as operações industriais. E a maioria desses ativos têm ciclos de vida que podem ser estendidos por meio de um gerenciamento adequado, e no tempo certo. 

Segundo a consultoria Gartner, gerenciamento de desempenho dos ativos pode ser definido como a utilização de recursos de captura, integração, visualização e análise de dados para melhorar a confiabilidade e a disponibilidade dos equipamentos do chão de fábrica. 

Para que as estratégias de gerenciamento e otimização desses ativos sejam implementadas, a consultoria ainda destaca a necessidade de utilização de hardware e software industriais que possuam inteligência artificial e aprendizado de máquina. Somente assim é possível realizar o reconhecimento de padrões e obter insights a partir deles. Portanto, é essencial que a indústria passe por uma transformação digital dos processos tradicionais.

Por exemplo, gerenciar uma dúzia de máquinas de controle numérico computadorizado – que pode ser o equipamento CNC ou um sensor – requer um hardware que consiga capturar  e armazenar dados, que depois serão visualizados em forma de relatórios, o que exige a utilização de um software analítico. Com esses relatórios o operador poderá analisar os indicadores de desempenho, também conhecidos como KPIs (Key Performance Indicators) produzidos pela máquina. 

O gerenciamento de desempenho de ativo possui dois objetivos principais:

  1. Melhorar o desempenho de equipamentos, o que, além de aumentar a produtividade, evita a deterioração do maquinário e a liberação de materiais perigosos no meio ambiente.
  2. Reduzir ou eliminar falhas de equipamentos, o que também reduz os acidentes no local de trabalho.

De acordo com uma pesquisa publicada na plataforma americana National Library of Medicine, equipamentos com defeito são responsáveis ​​por 272 dos 773 acidentes que ocorrem no chão de fábrica.

 

O que levar em consideração no orçamento das soluções para gerenciamento?

 

Antes de realizar a pesquisa por fornecedores, é necessário lembrar que as soluções para o gerenciamento de desempenho são um conjunto formado por hardware e software, e que esses dois itens devem oferecer captura de dados com precisão e organização, facilidade de uso para os funcionários, confiabilidade e escalabilidade. 

Além disso, é importante refletir sobre alguns pontos. São eles:

  • Fornecer uma visão unificada do desempenho dos ativos.

Estratégias de prevenção bem-sucedidas dependem da capacidade de aplicar análises preditivas e monitorar equipamentos em tempo real. É preciso contar com uma solução que unifique a captura e apresentação dos dados de cada máquina. 

  • Segurança e prevenção de acidentes

Manter o chão de fábrica seguro para os funcionários é uma das principais razões para implementar uma estratégia de transformação digital. A observação de dados em tempo real pode garantir que as máquinas estejam funcionando dentro dos padrões, reduzindo, assim, a possibilidade de acidentes, bem como recalls de produtos caros.

  • O histórico da máquina a favor da produção

Com conhecimento do histórico de utilização, de manutenção e de substituição de peças, as indústrias podem definir cronogramas operacionais e determinar o rendimento para otimizar a produção e aumentar os níveis do serviço.

 

Conclusão

 

Em uma época em que o tempo de inatividade custa até US$ 260.000 por hora, o gerenciamento dos ativos fornece às empresas um meio de reduzir o tempo de parada não planejada ao uma fração desse custo, garantindo que os ativos de chão de fábrica funcionem em seus níveis ideais.

Para auxiliar as indústrias a melhorar o desempenho de suas máquinas, a DAKOL oferece poderosos controladores lógicos combinados com interfaces homem-máquinas amigáveis. São soluções completas para controle e visualização de dados, com comunicação avançada, que vão facilitar o seu dia a dia.

Veja nosso catálogo AQUI.

compartilhe: